O cliente e o gerente do banco. Parte III

Um outro tipo de cliente que podemos destacar é o cliente cola, persistente e paciente, é aquele tipo de cliente com bom relacionamento social, só anda na alta soçaite aparentando o que não é, com presença constante na unidade é simpático, amigável e prestativo, consegue se entrosar facilmente e muitas participações nos happy hour com a equipe e sempre fazendo questão de pagar a conta, na verdade é um boa praça, consegue as duras penas, com muita antecipação de recebíveis, muitas vezes frio, regularizar as pendencias cadastrais apresentadas e ai não resta outra alternativa e na possibilidade de um dossiê não tão criteriosamente uma avaliação meia boca e conforme aquele ditado água mole em pedra dura tanto bate até que fura e ele consegue o tão sonhado empréstimo, geralmente uma parte vai para o pagamento de algumas dividas pessoais e da empresa ou seja troca de dívidas e assim ele vai empurrando com a barrida até quando não der mais, a outra parte que sobra muitas vezes e para comprar artigos de luxo para manter a ostentação e assim conseguir se manter no meio. Não é um cliente que podemos considerar como um golpista ou vigarista mais aventureiro e irresponsável que não se importa em inadimplir se as coisas não derem certo é na maioria das vezes não dão. O gerente, depois da operação feita e conhecendo a peça faz marcação cerrada até não conseguir mais e ai depois de muitas visitas e procuras pelo nosso simpático cliente, agora sumido e não tão mais presente na unidade e é chegado o momento em que o relacionamento acaba se degringolando é nem o dinheiro nem o pseudo amigo de todos.



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo