Guardiões do Santíssimo Graal. Pesadelos.

A inquietação da juventude me fez querer mudar, mudar para a capital, apesar da boa vida que levava na casa da minha avó, também contribuiu para a mudança a influência da esposa, pois como diz o ditado popular, “quem casa quer casa”, depois de muitos influentes pedidos conseguir a transferência para a capital. Nessas circunstancias o salário já não era tão substancial, tivemos a ajuda de um parente no aluguel de um quarto e sala, condições bens diferente da casa da minha avó onde minha esposa não fazia quase nada, só dormir e assistir televisão, a vida começou a nos apresentar a realidade de um auto sustentar, apesar que minha mãe sempre dava uma mãozinha. Comecei a sentir uma dorzinha de cabeça que se tornou persistente e que não parava nunca, e as vezes parecia insuportável, fui ao médico e os exames eram sempre inconclusivo, e o diagnóstico era sempre o stress o motivo da dor de cabeça constante e insuportável, nessa mesma época também comecei a ter sonhos com o meu avó, esses sonhos passaram a ser frequentes, até que chegou a um ponto de tornar-se em pesadelos, nos sonhos ele parecia contrariado comigo, e era sempre o mesmo sonho, ele sempre vinha me cobrar alguma coisa, pensei a princípio que o motivo era por eu ter deixado a minha mãe e a minha avô sozinhas com essa minha mudança insignificante para a capital.



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo